Notícias

PROA - Sistema de Ensino - Jovens a Bordo do Futuro

por Instituto PROA 29 de Abril de 2020

Instituto PROA lança Sistema de Ensino “Jovens a Bordo

do Futuro” que  prepara jovens para os desafios da vida pós-Ensino Médio

O Instituto PROA lançou em 2020 o novo Sistema de Ensino - Jovens a Bordo do Futuro. Para dar a chance de criar um projeto de vida para mais jovens do ensino público, o PROA desenvolveu esse sistema de ensino baseado no seu maior objetivo que é preparar o jovem para ingressar no mercado de trabalho, dando à ele a base comportamental para que se destaque e consiga criar um projeto de vida consolidado.

Esse projeto visa expandir o que o instituto já tem feito durante seus 13 anos de atuação,  que é proporcionar para o jovem de escola pública uma formação comportamental baseada no que o mercado de trabalho espera, abrindo assim mais portas.

O projeto conta com material didático para professores e alunos, composto por 4 livros: Projeto de Vida, Comunicação, Raciocínio Lógico e Vivências.Sendo cada um desses. Além dos livros, o projeto também conta com formação, acompanhamento de professores e indicadores de sucesso. 

“Nosso sentimento é de puro entusiasmo. Todo nosso esforço e dedicação é para que o jovem saia do Ensino Médio preparado para encarar o mercado de trabalho e os processos de recrutamento e seleção que são cada vez mais competitivos. Acreditamos que quanto mais cedo esse jovem tenha contato com habilidades que ainda não foram desenvolvidas ou que precisam ser aprimoradas, mais chances eles terão de serem bem-sucedidos profissionalmente, independentemente do que eles queiram fazer. O mundo muda cada vez mais rápido, precisamos formar nossos jovens para os desafios reais da vida prática, para que possam se desenvolver e aprender a aprender, independente dos desafios que irão traçar em suas vidas. ”, diz Rodrigo Dib, nosso diretor executivo. 

No momento onde há muitos questionamentos sobre a falta de conexão da escola com a vida pós ensino médio, as novas tecnologias e o grande número de jovens desempregados, o projeto vem como apoio para as escolas, professores e ONGs, dando suporte para contornar esse desafio sempre dando ênfase em priorizar a formação e o desenvolvimento do jovem, fazendo com que ele desenvolva ferramentas para alcançar seus sonhos. 

O objetivo do projeto é atingir 400.000 jovens nos próximos anos. As atividades já começaram a rodar através da parceria entre o PROA, a Secretaria de Desenvolvimento Econômico do Estado de São Paulo e o Centro Paula Souza e seu início foi marcado com a formação de 90 professores, fornecimento de material didático para mais de 2.000 jovens e acompanhamento dos mesmos para verificar o desenvolvimento e efetividade do projeto. Além disso, 1.360 jovens dos 3°s anos do Ensino Médio da rede estadual de ensino do Estado de São Paulo e 650 alunos do Instituto PROA também participarão do projeto – somando um total de 4.010 jovens em seu primeiro ano de atuação.

“Todo mundo é capaz de alcançar os seus objetivos, mas a gente só pode fazer escolhas boas em nossa vida se antes conhecermos todas as possibilidades. O jovem que ingressa no PROA chega muito desacreditado dele mesmo. Ele acredita que o destino está fadado na condição sociocultural que nasceu. Nós mostramos que não é assim, que todo mundo com esforço, dedicação e oportunidade pode conquistar tudo que quiser.”, conclui Dib.

Quer saber como foi o ínicio do projeto? Confira o vídeo abaixo.