Trabalhar / Jornada da empregabilidade

O Que São Fintechs e Por Que Elas Revolucionaram o Mercado Financeiro?

por Jessica Fradique

Se você é uma pessoa que se interessa pelo mercado financeiro, provavelmente já deve ter escutado a palavra “fintech”, certo? E se não ouviu ainda, é importante entender melhor sobre ela, pois provavelmente você utiliza um serviço do tipo e ainda nem percebeu! 

O que são fintechs?

Antes de tudo, é importante entender o conceito da palavra. Ela é uma mistura de fin (que vem de financeiro) com tech (que é tecnologia), ou seja, fintechs são empresas financeiras que têm como principal diferencial a tecnologia como aliada. Parece algo distante da sua realidade? Pois saiba que, na verdade, elas já estão por aí e talvez você nem tenha percebido! Um desses exemplos de fintechs são os bancos digitais, onde para abrir conta, fazer transações, aumentar ou diminuir limite você não precisa ir à nenhuma agência, basta baixar um aplicativo e colocar seus dados e tirar fotos de documentos pessoais. Alguns desses bancos são o Nubank, o Inter e o Original, que não possuem agências e tudo pode ser resolvido dentro do próprio aplicativo.

Por que as fintechs são consideradas revolucionárias?

O mundo tem mudado com alta velocidade e muito disso se deve ao avanço da tecnologia. Lembra que falamos sobre startups que surgiram para atender o novo mercado com soluções que se adequam à sociedade atual?

Hoje as pessoas resolvem tudo com um toque no celular ou uma ligação, então, por que não acontecer o mesmo quando o assunto é finanças?

Outra vantagem dessas empresas é a economia de tempo que seus clientes possuem, já que não precisam pegar filas ou se deslocarem para algum lugar só para tirarem dúvidas ou resolver algo. As fintechs acompanharam a evolução da sociedade, e por isso são consideradas revolucionárias.  

Que tipos de fintechs que existem?

Os bancos digitais são os tipos de fintech mais conhecidos (pois estão muito presentes no dia a dia das pessoas), mas não são os únicos tipos de fintech.

Fintechs de pagamento

São aquelas que gerenciam pagamentos e transferências através de aplicativos. Isso facilita bastante, principalmente, para pequenos comerciantes e empreendedores que vendem pela internet. Algumas delas são o PicPay, PayPal e o PagSeguro.

Fintechs de controle financeiro

São aquelas que têm como objetivo ajudar as pessoas a terem um controle digitalizado de suas finanças, fazendo um acompanhamento detalhado de seus gastos, ganhos e investimentos e toda a gestão financeira. Dois exemplos bem conhecidos são o Contabilizei e o GuiaBolso.

Fintechs de crédito

São as que facilitam empréstimos através de aplicativo, porém, utilizando juros menores do que os de bancos físicos. Um exemplo é o Geru.

Fintechs de investimentos

Elas são aquelas que auxiliam os usuários em relação à investimentos, mostrando tendências do mercado, quais ações podem ser mais seguras e comparações para ajudar na decisão de aplicações. InvestApp e Monetar são algumas delas! 

Fintechs de crowdfunding

São plataformas onde os usuários conseguem fazer um financiamento coletivo em um projeto, ação ou empresa, as conhecidas vaquinhas. Vakinha e Catarse são algumas das mais conhecidas! 

Agora que você está pode dentro do que são as fintechs, que tal mostrar esse post para algum amigo? E se tiver dúvidas, basta contar pra gente nos comentários que iremos te ajudar!