Estudar

Etiqueta nas redes sociais: mais do que apenas postar

por Jessica Fradique 21 de julho de 2020

Dificilmente você irá encontrar uma pessoa que não possua redes sociais. Inclusive, elas são porta de entrada para que a gente faça novas amizades, conheça novos produtos e empresas e também possamos estar por dentro do que rola no mundo.

E com tantas redes, possibilidades e recursos legais à vontade que temos vontade de postar absolutamente tudo o que vivemos, não é mesmo? Mas é importante lembrar que suas redes também são um reflexo de quem você é e podem ser uma vitrine sobre sua vida e, como toda vitrine, pode atrair pessoas que querem saber mais sobre você. Entre elas podem estar recrutadores de empresas que, antes de chamarem pessoas para entrevistas, dão aquela olhadinha nas redes pessoais para conhecer melhor um ou outro candidato. Se hoje um recrutador de uma empresa que você quer trabalhar visse suas postagens, você estaria confortável com a imagem que está passando?

Para te ajudar a pensar sobre o assunto, trouxemos algumas dicas e tópicos de como manter a etiqueta nas redes sociais. 

Não é sobre mudar quem você é, e sim saber o que mostrar

Quando falamos sobre etiqueta nas redes sociais, muitas pessoas acreditam que o intuito é mudar sua personalidade e passar uma imagem irreal apenas para agradar quem for visitar suas redes, mas não é bem isso. É muito importante que elas sejam um espaço que funcione como uma extensão de sua personalidade e de seus ideais, o segredo é como mostrar isso de uma maneira que não irá te prejudicar em uma futura contratação.

Nem tudo precisa ser postado

Às vezes o dedo coça para postarmos tudo o que estamos fazendo, não é mesmo? Mas é importante ter um filtro do que faz sentido estar ali ou do que pode te colocar em uma situação desagradável onde você possa ser visto de maneira inadequada.

É legal mostrar que você gosta de estar com os amigos e sua família, mas será que faz sentido ter imagens ou vídeos em situações onde você aparece vulnerável ou que podem ser usadas por alguém para te prejudicar? 

O respeito da vida real nas redes

Atitudes discriminatórias ou piadas que podem ofender outras pessoas já não são legais na vida real, então, será que faz sentido você ter conteúdo desse tipo em suas redes? As empresas levam muito a sério a postura e posicionamento de seus funcionários e muitas delas descartam candidatos (ou até mesmo efetivos) por alguma postagem com teor ofensivo ou de mal gosto. É só parar para pensar: você falaria algo do tipo na frente de uma pessoa na vida real sabendo que isso pode constrangê-la ou colocá-la em uma situação desconfortável? O respeito é importante, seja no pessoal ou virtual. O mesmo vale para discussões com outros usuários ou páginas. 

Cuidado com suas informações pessoais

Não são só recrutadores que podem olhar suas redes. Você acaba não tendo muito controle de quem está ou não em contato com seu conteúdo, mesmo que sua rede seja fechada para amigos próximos. Com isso, é importante evitar postar informações pessoais como documentos, endereço da sua casa, bens materiais, sua rotina e localização exata de onde você está em cada momento. Postar é legal, mas estar seguro é melhor ainda! 

O que você agrega?

Como falamos, as redes sociais mostram um pouco do que você é. E você é uma pessoa que agrega ou que não passa absolutamente nada de relevante? Imagine que você está em um processo seletivo para um curso ou vaga de trabalho. Pelas suas redes dá para saber quais são seus interesses, hobbies e lugares que você frequenta. Se você fosse um recrutador, iria se contratar baseado nas coisas que você posta? Fazer essa reflexão é importante não só para esses casos, mas também para sua vida num geral. Mostrar quem você é e o que você gosta pode atrair coisas e pessoas similares. 

Nosso convite de hoje é que você reflita sobre o que posta não para mudar quem você é, e sim para mostrar ao mundo a sua melhor versão!